carregando

Principais tendências para Arquitetura e Design de Interiores em 2020

Um novo ano está chegando e com ele novas apostas. Pensando nisso, elencamos aqui algumas das principais tendências para a Arquitetura e Design de Interiores em 2020.

Dois mil e vinte promete ser um ano de muitas conexões. Com a crescente da tecnologia e a vida cada vez mais urbana e acelerada, acendem as necessidades mais básicas, como a de se conectar; com si mesmo, com as outras pessoas e com o ambiente. Este cenário abre discussões em vários aspectos do consumo, como também no mercado da Arquitetura e do Design de Interiores.

O profissional da arquitetura deve estar pendente de todas essas questões para conseguir executar projetos que realmente façam diferença do dia a dia de seus clientes. Para que isso aconteça da melhor forma, nada melhor do que estar atento às principais tendências. 
 

Cores que inspiram e expiram sensações

A Pantone, empresa que é mundialmente conhecida pelo seu sistema de cores e que dita regra na indústria gráfica, prevê como as cores do ano de 2020, o azul e o verde. As tonalidades escolhidas vem de frente com as necessidade que o ritmo de vida cada vez mais acelerado nos solicita, como a serenidade e o conforto que o contato com a natureza nos dá.

Outra grande empresa, que também aposta nas cores da natureza para 2020 é a Suvinil, que lançou um azul esverdeado nomeado de Mantra, e outros dois subtons, Horizonte e Contemplação; que remetem ao som e movimento das ondas e sugerem também a proximidade a natureza e as sensações que o natural proporciona.

Utilizar destes recursos é um grande trunfo para inspirar e expirar sensações de acordo com a proposta de cada ambiente. Use a abuse das cores nos seus projetos e conecte as pessoas com que elas buscam, seja a paz de espírito em casa ou a seriedade no ambiente corporativo.

 

Construa oásis meio ao caos urbano

Além das cores elegidas para criar essa conexão com a natureza, vemos movimentos que também apostam nessa linguagem. O Urban Jungle, por exemplo, insere o verde na decoração e traz vida aos espaços, tornando os ambientes em verdadeiras selvas urbanas. Outro aspecto desta linguagem é a utilização de materiais naturais, como a palha e madeira que são encontrados nos móveis e nos objetos de decoração.

Quando abordados na última Casacor de Brasília, alguns arquitetos trouxeram essa tendência como um retorno às raízes, explorando mais uma vez a necessidade de contato com a natureza.

Uma forma interessante de trazer o natural para projeto de decoração, além da utilização dos materiais naturais, é utilizando as mais variadas possibilidades de iluminação, simulando ambientes e causando sensações de conforto e bem estar. A utilização da iluminação através de telas tensionadas, por exemplo, podem trazer esse aspecto natural à ambientes com pouca incidência de luz natural. Clique aqui e saiba mais sobre projetos de iluminação.

Design consciente

A sustentabilidade é um assunto que continuará em alta, apontando como uma das principais tendências para Arquitetura e Design de Interiores em 2020 a responsabilidade com os resíduos gerados e a utilização de tecnologias para diminuir os impactos.

A preocupação com o reuso e o reaproveitamento de móveis e objetos também será um assunto bastante discutido, abrindo portas para os projetos de decoração mais minimalistas, com menos objetos, mas com peças garimpadas em brechós que possam ser reutilizadas e resignificadas.

Ou então, com a utilização de materiais 100% recicláveis como o alumínio, que é muito versátil, podendo se tornar móveis decorativos ou estruturas funcionais, como as escadas, integrando as composições mais industriais.

O design consciente é importante, principalmente, na decoração de ambientes corporativos, onde existe uma demanda de responsabilidade social e ambiental, e também da boa administração dos gastos durante e depois da obra.
 

Execute projetos realmente personalizados

E por fim uma grande e importante tendência para arquitetura e design, que foi realçada pelo arquiteto Maurício Arruda, em uma palestra na última Casa Cor, desta vez em Mato Grosso do Sul, é a de executar projetos realmente personalizados, considerando a história e vivência dos clientes.

Apelar pela afetividade é com certeza uma atitude sustentável. A elaboração de projetos customizados, que conversem com as recordações e fazem jus a visão de mundo do morador tornam a arquitetura mais acessível, menos descartável e consequentemente mais sustentável.

Trazendo essa questão para o cenário corporativo, é preciso entender as necessidades dos colaboradores das empresas, e ou então, de seus consumidores, para que a arquitetura e o design sejam efetivos e atendam de fato às necessidades.


Crie conexões

Sobretudo, 2020 promete ser um ano onde as conexões precisarão ser feitas, principalmente na Arquitetura e no Design de Interiores, onde o resultado interfere na ligação entre as pessoas com o meio ambiente, com suas raízes e seu bem estar.

A última dica, e que se torne uma tendência, é para que você como arquiteto e/ou designer de interiores utilize sua criatividade para criar conexões e projetos preocupados com o impacto no meio ambiente e no dia a dia das pessoas, a fim de fazer assim, a diferença.


Quer saber como podemos te ajudar a implementar essas tendências para arquitetura e design ligadas à natureza e a sustentabilidade? Fale agora com um consultor!

Converse com um consultor sem compromisso e tire suas dúvidas!
FALAR COM UM CONSULTOR