empreendedores do comércio

Empreendedores do comércio: você possui este perfil?

Empreender no varejo é muito mais do que, simplesmente, ter o próprio negócio com um plano de marketing caprichado. A empreitada exige dos empreendedores do comércio, por vezes, mais características do que as de um gestor de outro segmento.

A alta competitividade do mercado, que, na maioria das áreas, enfrenta um cenário de crise, demanda cada vez mais diferenciais dos profissionais.

De acordo com pesquisa realizada pela Affero Lab, facilidade de se relacionar, de aprender e ter habilidade para comunicação oral e escrita figuram entre as três características mais relevantes para os profissionais brasileiros.

Por outro lado, as mais difíceis de encontrar nesses profissionais são capacidade de resolução de problemas complexos, pensamento crítico e atitude empreendedora.

No Brasil, estima-se que 38,5 milhões de pessoas têm intenção de abrir o próprio negócio. No entanto, para alcançar o sucesso em meio a tanta concorrência, é preciso se destacar. E, para isso, ter um perfil que conte com determinadas características favoráveis aos empreendedores do comércio pode facilitar o seu caminho.

Quer saber se você tem esse perfil? Confira, a seguir, as características essenciais dos empreendedores do comércio!

1. Empreendedores do comércio têm boa habilidade de comunicação

Os empreendedores do comércio lidam com pessoas o tempo todo. Por isso, é essencial que saibam se comunicar com seus funcionários, fornecedores e clientes.

Ter facilidade para se relacionar e habilidade de comunicação oral e escrita faz do empreendedor alguém capaz de ter suas demandas entendidas e ajuda a tornar o ambiente de trabalho mais amigável, além de favorecer as suas habilidades de venda.

Porém, vale lembrar que se comunicar bem não é apenas argumentar e persuadir: também faz parte do perfil dos empreendedores do comércio de sucesso a capacidade de serem bons ouvintes, sempre abertos a feedbacks.

Um estudo afirma que passamos quase 50% de nosso tempo comunicativo ouvindo pessoas e, quando não fazemos isso bem, perdemos muitas oportunidades. Para os empreendedores do comércio, essa habilidade ajuda a evitar ruídos de comunicação, retrabalhos e na construção de bons relacionamentos.

2. Criatividade

No Brasil, o 5º país mais populoso do mundo, é preciso sempre buscar um diferencial para não se tornar apenas mais um entre os empreendedores do comércio.

Por isso, ser criativo é outra característica relevante para esse profissional, que utiliza essa habilidade para desenvolver alternativas diante da crise e conquistar e fidelizar clientes.

A criatividade ajuda os empreendedores do comércio a descobrirem novos caminhos para a resolução de problemas e a gerar inovação para seu negócio – não é à toa que a criatividade é considerada a habilidade número 1 para o século XXI.

3. Persistência e perseverança

Os empreendedores do comércio devem saber que a concorrência é grande, e, em tempos de crise, esse fator se torna ainda mais desafiante, mas não deve ser motivo para desistir.

Os empreendedores do comércio persistentes e perseverantes são impulsionados por esses percalços para seguir em frente, vendo, nas dificuldades de hoje, oportunidades de aprendizagem e chance de sucesso amanhã.

Steve Jobs, um grande empreendedor ligado à tecnologia e ao comércio de equipamentos eletrônicos, já dizia que “metade do que separa o empreendedor bem-sucedido dos malsucedidos é a pura perseverança”.

4. Habilidade de negociação

Além das habilidades citadas anteriormente, para negociar também é preciso ter habilidades matemáticas e de raciocínio lógico. Visando sempre o melhor para a sua empresa, negociar com os fornecedores pode diminuir os gastos internos ou, até mesmo, tornar a entrega mais rápida e satisfatória para o cliente.

5. Organização

Os empreendedores do comércio devem ser organizados. Eles lidam diariamente com uma grande quantidade de papéis, planilhas, dados, contratos, etc., e, sem organização, passariam a perder prazos e clientes.

Outra habilidade relacionada é a de delegar tarefas. Os empreendedores do comércio devem saber que, para crescer e dar conta de todas as demandas do negócio com organização, eles precisarão de ajuda.

6. Comprometimento

Os empreendedores do comércio devem sempre cumprir com o que anunciam. Eles entregam o que prometem com qualidade, preço e prazo preestabelecidos.

Esses profissionais também devem saber que a propaganda boca a boca pode tornar a empresa bem conceituada, ou até mesmo arruinar um negócio. Por isso, atender os consumidores com comprometimento pode fazer com que eles ganhem confiança e sejam indicados para futuros clientes.

7. Confiança

Os empreendedores do comércio com a autoestima elevada podem ter essa imagem refletida em sua empresa – afinal, a imagem do empreendedor também é o cartão de visitas da empresa, e, de acordo com estudo, a confiança é a base para se estabelecer bons relacionamentos profissionais.

Para desenvolver a sua confiança, primeiramente, se prepare, ouça as contribuições de outras pessoas, conheça bem o seu mercado e assuma uma atitude positiva nas interações com outras pessoas. Confie que seu sucesso virá!

E então, você tem o perfil de um empreendedor do comércio? Está pensando em iniciar o seu negócio? Deixe sua mensagem nos comentários e até a próxima. 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *